PA VESH EN exibiu um estilo de metal negro impressionante e inquietante. Do abatido miserablismo da violncia deriva aparentemente sem forma, do melodicismo torto e oblquo escurido eco-cmara, sempre com uma alma torturada guiando tudo, ele quase sem esforo criou um mundo slido alm de comparao - e o fez com a inquietude de um espectro perdido.

Agora chega a Igreja dos Ossos, provando sem uma pequena quantidade de finalidade que PA VESH EN est criando alguns dos mais misteriosos e vitais black metal dos tempos modernos. Com sete msicas que duram 37 minutos, Church of Bones se sente muito mais vasta do que seu runtime de outra forma compacto sugere. Se a diviso anterior com TEMPLE MOON marcou uma mudana importante em direo desolao total e absoluta, ento PA VESH EN mergulha mais fundo - e igualmente, tanto de maneira quanto de qualidade - tanto na neblina quanto na escurido, desenvolvendo ainda mais aquele melodicismo ftido que tambm se esgueirou. adiante na diviso. Retornando misria e ao conforto (e ao conforto da misria), as longas e langorosas paisagens expostas na Igreja dos Ossos atraem o ouvinte da maneira mais sedutora, tudo diante desses malditos tentculos que prendem o subconsciente e o sugam, por ltimo semelhana de esperana extinta. Esta deriva-a-descida celestial parece um pouco familiar no grande esquema do black metal que usa a crueza como arma, e ainda h aquele elusivo fator X (ou, literalmente, apenas elusividade literal) que faz o PA VESH EN soar completa e completamente ESTRANGEIRO.

HAMMER OF DAMNATION - 1995 / 2016 - Sao Paulo, BRAZIL